Hoje Dee Snider um grande defensor da liberdade do Rock, completa 60 anos!

Já falamos aqui de uma parte da loucura que foram os anos 80, mas tem mais, bem mais.  Conhece uma história de um grupo de esposas de políticos que resolveram se unir para acabar com este tal de Heavy Metal que “levava” os pobres jovens para o caminho do sexo, drogas e violência?

Calma, não estamos falando desse filme! (Imagem: Reprodução)

O filme de 2012, “Rock of Ages”, fez um apanhado legal dessa grande história do rock (apesar de ter estragado um pouquinho alguns grandes clássicos com aqueles vocais meio Glee, mas beleza, Deus tá no comando), e no aniversário de 60 anos do Dee Snider, nada como revivê-la. Mas por quê?! Deve estar se perguntando ao lembrar da imagem do vocalista do Twisted Sister.

Ousado, como todos os caras dos anos 80 foram e você nunca conseguirá ser! (Imagem: Reprodução)

Dee foi um dos caras mais f#d@s do rock, até hoje é um cara massa que super conversa com seus fãs no Twitter, que dá suas opiniões (que são bem avançadas por sinal), e lá na década de 80 foi ele quem destruiu ao ir depor num tribunal a favor… do heavy metal. Lembra das esposas? Guiadas pela Tipper Gore, ex-esposa do, exatamente, Al Gore, o grupo conhecido como “The Washington Wifes” (ou, “As Esposas de Washington”, em tradução livre) buscava a implementação daqueles adesivos de aviso de conteúdo explícito para os álbuns das bandas da época.

Cuidado, pais! Conteúdo explícito! (Imagem: Reprodução)

 

twisted-sister-art

Problema é que elas começaram a encrencar tanto com o rock, criando até listas de músicas “proibidas” pelo seu conteúdo ~horrível~, que muitos pais passaram a proibir os filhos de terem ou sequer ouvirem bandas como Judas Priest, AC/DC, Black Sabbath e Twisted Sister. Aí que entra o aniversariante: em 1985, chamado para depor em tribunal em sua própria defesa e defesa de sua banda, a “Twisted Sister”, Dee chegou vestido normalmente, com colete e calça jeans, regata preta, os cabelo volumoso de sempre… e desceu a letra bonito. O roqueiro disse que é um absurdo pessoas adultas bem informadas interpretarem de modo tão errado músicas comuns (se referindo as canções da própria banda), listou três acusações feitas sobre o Twisted Sister e desmentiu cada uma. Na primeira, comentou, sarcástico, que Tipper Gore encontrou sadomasoquismo na música “Under the Blade” pois foi o que sua mente procurou – a música, na verdade, era sobre uma cirurgia na garganta pela qual um dos membros da banda iria passar.

Na segunda acusação, defendeu especificamente a música “We’re Not Gonna Take It”, que estava incluída na lista de músicas proibidas, acusada de incitar a violência. Ele comentou que é engraçado o fato das esposas confundirem música com vídeo, pois a letra da canção nada fala de violência, mas o vídeo é uma imitação de situações de desenho animado – e estava, inclusive, sendo usada por uma ONG, a United Way of America, para falar do tema “maneiras de se comunicar com os adolescentes” em um de seus projetos. Opa, Tipper!

Por fim, na terceira acusação que Dee mencionou, foi na verdade uma coisa meio nada a ver, mas que serviu de pretexto pra mais uma vez o maluco mostrar que sabia do que fala. Alguém produziu uma camiseta com um desenho com uma mulher algemada e humilhada e colocou o nome do Twisted Sister, uma arte fan-made sem noção, e quem levou a culpa foram os próprios caras da banda. Snider comentou que acha realmente degradante que haja essa parcela do rock que acha necessário humilhar mulheres, mas que ele, e sua banda, são absolutamente contra isso e tentam escapar o máximo de reproduzirem esses sexismos em seus shows, vídeos e ~na vida~, pois mulheres também merecem respeito. Completou dizendo que fazer acusações em cima de uma camiseta vista na rua é uma irresponsabilidade sem tamanho. Eita.

deesniderquote02

O aviso de conteúdo explícido existe, mas hoje em dia não tem mais essa de “bandas, parem de tocar pois não gostamos das suas músicas!”, e parte disso devemos a esse cara. E que cara. Dee Snider continua, desde lá, sendo um dos músicos mais maneiros do rock, e no seu aniversário de 60 anos não poderíamos deixar de dizer: Long Live, Dee Snider! \m/

twisted

Anúncios

Teorias a respeito do sumiço do voo MH370 da Malaysia Airlines há um ano.

4teen-As-hipóteses-mais-loucas-para-o-voo-MH370-da-Malaysia-Airlines-CAPA

As hipóteses mais loucas (e possíveis) para o voo MH370 da Malaysia Airlines

Um ano depois do desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airline, ninguém sabe o que aconteceu com o avião. Vem ver as teorias da conspiração!

O desaparecimento do voo MH370, da empresa asiática Malaysia Airlines, completa um ano de mistérios neste domingo (08). O Boeing 777 ia da capital malaia Kuala Lumpur até a chinesa Pequim, mas desapareceu sem deixar vestígios.

Em janeiro, as autoridades da Malásia declararam oficialmente que o desaparecimento foi um acidente e que as 239 pessoas a bordo estão mortas. No entanto, nem todo mundo acredita nessa história – basicamente porque NADA, sem a caixa-preta, pedaços da fuselagem, tecido das poltronas, foi achado até agora.

Apesar das intensas buscas nas águas do Oceano Índico, nenhuma evidência foi encontrada até agora.

Mesmo 365 dias após a tragédia, ainda há muitas hipóteses sobre o que realmente aconteceu com o avião. Sem levar em conta um encontro com aliens ou a entrada em uma fenda do tempo – o que SUPER pode ter acontecido – saca só as principais ~teorias da conspiração~ que rolam por aí sobre o destino do MH370:

header1

O último contato foi feito sobre o Golfo da Tailândia, apenas uma hora após a decolagem. Não havia nada de errado com o avião e o tempo estava bom. Na sequência, a comunicação da aeronave foi desligada e a rota foi desviada drasticamente.

De acordo com registros de satélites, o avião voou por várias horas após desaparecer dos radares – até
que o combustível acabasse e com todos os seus sistemas de comunicação desativados.

O mapa exibe a localização da aeronave no momento do último contato registrado.

O que pode ter rolado? Sequestro! Uma investigação descobriu que dois jovens iranianos viajavam com passaportes europeus falsos – apesar de nenhum deles ter associação com grupos terroristas.

Eles podem ter tentado – e até conseguido – desviar a rota do avião, porém um confronto a bordo pode ter feito com que a aeronave voasse sem rumo até cair no meio do Oceano Índico.

header2

Uma possibilidade ainda mais conspiratória é a de que o sequestro foi bem sucedido e o avião conseguiu pousar são e salvo em algum país do Oriente Médio, como o Paquistão ou o próprio Irã. Para isso, o MH370 teria driblado o controle aéreo dos países da região “pegando carona” no rastro de outros aviões até chegar ao seu destino final.

O primeiro ministro da Malásia, Najib Razak, tem sido criticado pela demora nas investigações.

header3

O desfecho ainda mais espetacular para a teoria conspiratória ali de cima é de que o avião agora está sob o controle de células terroristas, que planeja usar a aeronave num novo tipo de 11 de setembro. Esta hipótese, porém, não explica onde estão os 239 passageiros e tripulantes presentes no voo. Eles são cúmplices? Estão sequestrados? Foram convertidos?

header4

Os passageiros e tripulantes também podem ter sido mortos por despressurização. Um ex-navegador da marinha britânica defende que a aeronave pode ter subido para mais de 45 mil metros de altitude, o que faria com que as famosas máscaras de oxigênio entrassem em cena.

Painel do aeroporto de Pequim (China) na manhã do acidente mostra o voo ainda como "atrasado".

Porém, a quantidade de ar só duraria cerca de 15 minutos. Depois, todos a bordo perderiam a consciência e morriam. Aí pronto, acabou o problema. Só há um porém: nesse caso, os mandantes da ação teriam que ter uma fonte extra de oxigênio, senão também morreriam.

header5

Uma possibilidade bem menos rocambolesca é a de que o avião tenha simplesmente explodido no ar, o que explicaria por que não foi mandado nenhum pedido de ajuda.

No entanto, alguma coisa teria que ter acontecido antes disso pro avião ter se desviado tanto da sua rota original. Quem sabe uma combinação tentativa de sequestro + explosão?

Estudantes rezam pelas 239 pessoas presentes no avião.

header6

Essa é pra quem curte aqueles esquemas de sabotagem ao estilo de Hollywood! Uma das hipóteses levantadas pela própria polícia foi de que havia alguém no avião com um seguro de vida muito alto – ou que devesse uma quantia tão grande de dinheiro que quisesse sumir.

Essa possibilidade, entretanto, teria que ser combinada com o pouso estratégico em algum lugar do Oriente Médio ou uma ilha no Índico. Porque senão a pessoa realmente morreu, acabando com todo o propósito do esquema.

header7

Dentre os passageiros, estavam 20 funcionários de uma companhia especializada em semicondutores do Vale do Silício, nos Estados Unidos. Um piloto aposentado da Delta Airlines veio a público defender que a tragédia foi causada por alguém (Al Qaeda? ISIS? Putin?) para roubar a tecnologia ainda não patenteada da empresa. Louco, né?

Imagens: Getty Images