Cuidado com a obsessão por celular…

cicarette_box_668_1
Sabemos que a geração Y tem um sério problema em controlar seu uso exagerado por smartphones e isso não é novidade pra ninguém. Nos sentimos pelados e vazios quando não há serviço de celular e até pagamos contas exorbitantes para garantir que não ficaremos desconectados nas férias. Afinal de contas, se as fotos não estiverem registradas no Instagram, então provavelmente não aconteceu.
O fato é que nossa obsessão por celular pode estar realmente fora de controle. Segundo a Psychology Today, 56% dos americanos têm um smartphone — e estão completamente viciados nele. Já o Brasil possui 143 milhões de usuários de celular, o equivalente a 85% dos brasileiros, segundo dados da pesquisa TIC Domicílios 2013, realizada pelo NIC.br. Ou seja, muitos de nós têm acesso a essa tecnologia. Está convencido que é hora de controlar o seu vício? Se ainda não, confira 15 absurdos que os cientistas descobriram sobre os obcecados por celular e veja o mal que ele te faz.
1) Do banho para o quarto…
cel
Estamos usando nosso celular em lugares completamente estranhos; 9% dos americanos usaram seus telefones durante o sexo, segundo a Jumio, empresa de pagamentos online. Por meio do mesmo estudo, conduzido no ano passado, descobriu-se que 12% dos americanos usam o celular no chuveiro, enquanto 19% o fazem numa região de adoração. Embora as pesquisas sejam voltadas aos americanos, sabemos que a tendência é forte e o Brasil (e nenhum país) está livre do vício.
2) Você pode estar doente
mh_interna_introducao-celular
O medo de não ter acesso ao celular se chama “nomophobia”, um termo criado na Grã-Bretanha em 2008, e já existem até centros de tratamento para esse tipo de obsessão na Califórnia.
3) No mínimo, o celular está te deixando louco
imageskk
Através de um estudo da Universidade de Indiana cientistas descobriram que 89% dos graduados já sentiram a chamada “vibração fantasma”, achando que haviam sentido o telefone vibrar por uma notificação enquanto na realidade nada aconteceu. Quando o telefone começa a confundir sua cabeça e provocar sensações, você sabe que está irremediavelmente viciado.
4) Ele está substituindo sua namorada
images
De acordo com a TIME, 80% dos americanos entre 18 e 24 anos dormem com o celular ao lado para facilitar o acesso. Se o seu telefone é a única coisa que te acompanha na cama, talvez seja o momento exato de começar a sair mais.
5) E arruinando seu trabalho e diversão
os-vicios-mais-conhecidos-e-o-novo-vicio-5
No Reino Unido, o psicólogo britânico David Sheffield revelou por meio de um estudo na Universidade de Staffordshire que 7% das pessoas já haviam perdido um relacionamento ou emprego por conta do uso do celular. Precisa dizer mais alguma coisa?
6) Seu celular é prioridade
imagesb
Pelo visto, hoje conseguimos viver sem comida, mas não sem telefone. Das aproximadamente 7 bilhões de pessoas no mundo, 6 bilhões possuem um celular. De acordo com a UM, apenas 4,5 bilhões delas possuem um banheiro. Além disso, mais pessoas possuem celular do que acesso a água corrente no mundo. É claro que tem algo muito errado aí, minha gente.
7)  Ficar sem seu telefone é aterrorizante
imagesx
Uma em cada cinco crianças na Coreia do Sul sofre de ansiedade, depressão e incapacidade de dormir quando separada de seu celular, segundo reportagem publicada no Wall Street Journal. O governo do país está investindo dinheiro e tempo para lidar com o vício por celular e seus efeitos negativos. Será que não estamos caminhando para o mesmo problema?
8) Você se esquece de como é viver no mundo real
imagesz
Ainda na mesma reportagem do Wall Street Journal há afirmações de que as pessoas na Coreia do Sul estão perdendo suas habilidades sociais rapidamente por conta da obsessão. As crianças já não são boas em ler expressões faciais e entonações. Talvez todos nós devêssemos parar com os emoticons e encontrar pessoas de verdade.
9) Seu vício pode te matar
imagess
…se você usa o celular enquanto dirige. Para os motoristas americanos entre 15 e 19 anos, 21% das batidas de carro fatais estão diretamente ligadas ao uso de celular. Surpreendentemente, o envio de uma mensagem aumenta sua probabilidade de bater o carro em 23 vezes. Nenhuma mensagem é tão importante quanto a sua vida. Coloque isso na cabeça.
10) O celular pode te tornar uma pessoa ruim
celular_boxe
Pais que gastam muito tempo focados em seus celulares e olhando para as telas têm mais probabilidade de gritar com seus filhos, segundo um estudo publicado no Pediatrics. As crianças naturalmente respondem de forma negativa ao fato de serem ignoradas e, em seguida, ouvirem gritos dos pais, o que acaba atrapalhando a ligação ou qualquer outra coisa que os pais estejam fazendo no telefone. Ou seja, uma perda de tempo total.
11) Os números são impressionantes
511293
Dados coletados pelo aplicativo de bloqueio de tela Locket  (Android) revelam que uma pessoa desbloqueia seu celular em média 110 vezes por dia. Algumas checam o celular até 900 vezes por dia. Agora, raciocine comigo: se fizéssemos qualquer outra coisa 110 vezes por dia, seríamos hospitalizados, rs.
 
12) Seu telefone é imundo
flagrada_no_banheiro_x bacteria-telefone-celular l7qd0
Se você é do tipo que foge de banheiros públicos, você vai querer saber que o seu telefone é em média 18 vezes mais sujo que um banheiro público (Hahaha). Durante o dia, tocamos em dinheiro, em coisas sujas, transpiramos, colocamos o celular em vários lugares diferentes e isso tudo o torna mais nojento que um banheiro (que já é muito nojento). E o pior: quanto mais você usa o celular, mais sujo ele fica. A propósito, quando foi a última vez que você limpou seu celular? Você já o limpou?
13) Você pode ficar doente de verdade
155406_206485076137838_1526828926_n
Pra quem não sabe, aquelas horas que gastamos trocando mensagens no celular enquanto trabalhamos ou descansamos na banheira nos fazem muito mal. A cada 100 horas que você fala no telefone (o que não é difícil para um viciado), o risco de ter câncer no cérebro aumenta em até 5%. Tente manter as ligações curtas e, claro, prefira que as longas conversas aconteçam pessoalmente (se possível).
14) Sua obsessão substitui seus cuidados com higiene pessoal
ViciadoCelular
Isso se você fizer parte dos 40% de pessoas que preferem deixar de escovar os dentes por uma semana a não usar seus celulares pelo mesmo período de tempo (segundo o AOL On). Eca! Imagine como deve ficar o aparelho do cidadão? Melhor pensar duas vezes antes de encostar as bochechas no celular de qualquer um.
15) Paradoxalmente, um aplicativo pode te ajudar
Há um aplicativo do iPhone projetado para curar seu vício por celular. Ele trabalha calculando quanto tempo você gasta no seu telefone todos os dias. Você define um limite, e o aplicativo te avisa quando você chega perto desse limite, como um lembrete. Ok, somos céticos o suficiente para não acreditar que isso vá resolver o problema, mas diante de tantos motivos, será que não vale a pena tentar?